Uso próprio x Revenda – o que é preciso saber sobre?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uso próprio x revenda: conheça as principais características de cada possibilidade de compra! 

Garanta a plena regularidade do seu e-commerce sabendo as especificidades entre compra para uso próprio x revenda

Atuar com um e-commerce significa aproveitar um mercado que está em crescimento, com oportunidades em expansão e potencial para que seu negócio cresça e se consolide. 

Entretanto, apesar do mercado promissor, é preciso se atentar a uma série de fatores que influenciam no êxito que o seu negócio terá, desde os que são mais comuns a todos os gestores até aqueles que você, talvez, nem saiba que precisa conhecer e se atentar. 

Dentre esses fatores, conhecer as diferenças e como funciona o tipo de venda para uso próprio e para revenda está entre eles, visto que isso impacta diretamente no financeiro do seu e-commerce

Sabendo disso, preparamos este artigo especialmente para te auxiliar com essa questão, abordando os principais tópicos sobre o assunto e te dando um guia de como não ter problema em nenhuma situação. 

Dessa forma, ao terminar a leitura deste artigo, a questão uso próprio x revenda não será mais um possível problema na gestão do seu negócio!

Uso próprio x revenda – qual a importância de entender as diferenças?

Como mencionamos, para ter um e-commerce de sucesso que se destaque no mercado, tenha um público bem consolidado e gere bons resultados, é preciso conhecer muitos aspectos que serão importantes para a gestão. 

E um deles trata-se de entender as diferenças entre o uso próprio e revenda.

A compreensão dessas duas formas de compra que você pode realizar são muito importantes para diversas questões, sendo as principais:

  • Questão tributária; 
  • Controle de contas do negócio; 
  • Controle do estoque;
  • Gestão mais efetiva do negócio; 
  • Diminuição de riscos financeiros; entre outros. 

Isso porque é muito comum que, por já estarem realizando pedidos aos fornecedores para que possam abastecer o estoque da loja, donos de e-commerce aproveitem o momento – e até mesmo os valores de atacado – para fazer compras para uso próprio. 

Contudo, apesar de não haver nada de errado com isso, é preciso se atentar para que a gestão e conformidade do negócio não sejam comprometidas de alguma forma. 

Sendo assim, vamos falar especificamente sobre cada um, apresentando as complexidades e especificidades às quais você deve se atentar quanto ao uso próprio e revenda.

Uso próprio 

O uso próprio nada mais é do que a solicitação de produtos que você irá utilizar e é comum que seja realizado para aproveitar o pedido que será feito para os fornecedores do e-commerce

Entretanto, um grande risco da compra para uso próprio é a mistura de uma conta que precisa ser categorizada como pessoal com as contas do negócio. 

Essa situação pode gerar problemas financeiros prejudiciais para o desenvolvimento da sua empresa, afinal, acrescenta nos custos algo que deveria ser separado. 

Por isso, a compra para uso próprio deve ser feita de forma consciente e considerando a devida separação das compras que são realizadas para revenda no e-commerce.

Revenda 

A compra para revenda refere-se aos pedidos realizados aos fornecedores para abastecer o estoque de sua loja virtual e, assim, atender devidamente toda a demanda. 

Dessa forma, a compra para revenda é algo que, de fato, faz parte dos custos do seu negócio e precisa ser feita periodicamente para que seu empreendimento não tenha nenhum tipo de problema com faltas no estoque. 

Assim, alguns pontos são cruciais quando falamos da compra para revenda como:

  • Controle do estoque;
  • Análise da demanda; 
  • Bons fornecedores;
  • Orçamentos; 
  • Planejamento financeiro. 

Tudo isso garante que esse processo seja realizado corretamente, mantendo o pleno funcionamento do seu e-commerce.

Como funciona a tributação na compra para uso próprio x revenda?

Agora que já falamos sobre cada forma de compra individualmente, vamos apresentar um ponto muito importante quando se trata do uso próprio x revenda. 

A tributação é algo incidente sobre produtos e serviços, sejam para pessoas físicas ou jurídicas. 

Como ocê bem deve saber, todo produto comprado para o e-commerce, seja para uso próprio ou revenda, têm consigo uma carga tributária que precisa ser arcada para que não ocorram problemas com a Receita Federal. 

Sendo assim, é preciso entender a relação da compra para uso próprio ou para revenda e o impacto na tributação. 

Ao realizar a compra é necessário se atentar a carga tributária que será gerada por esses produtos que não são apenas para a revenda do seu e-commerce, visto que irá gerar mais custos a serem arcados. 

Os impostos que costumam incidir sobre as compras são:

  • ICMS; 
  • ISS; 
  • CSLL; entre outros.

Além disso, é preciso arcar com esses impostos juntamente com os demais incidentes sobre um e-commerce como o IRPJ, PIS e Cofins. 

Ter atenção com esse aspecto evita que você se depare com uma carga tributária superior ao esperado, prejudicando as finanças do negócio.

Uso próprio x revenda: é viável realizar as duas formas de compra?

Considerando tudo que apresentamos até aqui sobre a necessidade de se atentar às questões financeiras e tributárias do seu negócio, a pergunta que fica é se vale a pena realizar as duas formas de compra… 

Ao apresentarmos os pontos referentes ao uso próprio x revenda, o intuito não é tornar essa uma opção inviável, e sim destacar os pontos de atenção que você precisa ter com essas situações. 

Dessa forma, com um bom planejamento, suporte e consciência de tudo que apresentamos até aqui, realizar compras para uso próprio e revenda pode, inclusive, ser muito benéfico para você. 

Afinal, torna-se possível usufruir de:

  • Realizar apenas um pedido; 
  • Pagar apenas um frete; 
  • Se organizar para fazer os pedidos sempre no mesmo período; entre outros. 

Sendo assim, quando realizado de forma ponderada e responsável, sim, é algo viável.

Guia para não ter problemas em nenhuma situação 

Para que você entenda de forma completa todos os cuidados que devem ser tomados quando se trata do uso próprio x revenda para e-commerce, preparamos um guia para que você não tenha problemas com nenhuma das situações.

Portanto, aplicando todas as etapas que iremos apresentar ao longo deste guia, você garante a segurança do seu e-commerce e consegue realizar as atividades de compra sem nenhuma complicação que possa prejudicar o financeiro. 

Contabil Rio Gif Lp Contabilidade Para Pequenas Empresas E E Commerce - Contabilidade no Méier Rio de Janeiro - RJ | Contábil Rio

Planejamento de compra 

Para aproveitar de forma completa a oportunidade que é ter um e-commerce em uma Era na qual o digital tem tanto impacto, o planejamento é indispensável. 

Dessa forma, cada ação, projeto, investimento e todo detalhe deve ser bem planejado, de forma que proporcione o resultado esperado para o negócio. Isso não é diferente quando falamos em compras. 

O planejamento de compra consiste em se preparar para a compra que será realizada, de forma a consumir tanto para uso próprio quanto para revenda, o que é realmente necessário e com o melhor custo-benefício possível. 

Vale ressaltar que o planejamento de compra é importante nas duas formas, visto que é essencial avaliar, em caso de uso próprio, se é algo que você realmente precisa e pode obter no momento.

Sendo assim, algumas etapas importantes para o planejamento de compra são:

  1. Identificar o que precisa ser comprado; 
  2. Analisar as melhores opções de fornecedores; 
  3. Realização de um orçamento; 
  4. Preparação do caixa;
  5. Execução da compra. 

Com isso, as compras realizadas para o seu e-commerce revender ou para o seu uso próprio se tornam mais conscientes.

Orçamento 

A elaboração de um orçamento é uma das etapas que colocamos no planejamento, entretanto, vale a pena ressaltar essa questão. 

Engana-se quem pensa que só gera economia financeira a redução de grandes custos, pois, muitas vezes, a economia gerada com a realização de orçamentos na busca pelos melhores preços proporciona um impacto positivo significativo no seu financeiro. 

Por isso, analise bem as opções de fornecedores e tenha orçamentos que te permitam identificar a opção mais vantajosa.

Controle de estoque

Falando especificamente sobre a compra para revenda, o controle de estoque é crucial. 

Afinal, é por meio deste controle que você tem conhecimento sobre o que ainda está disponível no estoque e o que está em falta e precisa ser reposto. 

Dessa forma, torna-se possível realizar os pedidos aos fornecedores no momento adequado. 

Além disso, o controle de estoque permite compreender quais produtos estão saindo mais e quais estão parados, viabilizando a realização de ações que evitem custos desnecessários e a insatisfação dos clientes por falta de produtos para atendê-los.

Para um controle de estoque eficiente, fazer uso de um sistema que disponibilize essa funcionalidade pode ser de grande ajuda.

Estudo do público-alvo 

O estudo do público-alvo é o que irá permitir que você entenda sua demanda e atraia cada vez mais clientes para o seu negócio, promovendo o crescimento contínuo e expressivo.

A realização do estudo de público precisa ser contínua, visto que a demanda muda de acordo com novas tendências do mercado, tecnologias, entre outros fatores.

Mantendo um estudo contínuo, você mantém o seu e-commerce atualizado e preparado para sempre ser uma opção buscada pelos clientes, obtendo os resultados almejados para o seu negócio. 

Separação das contas 

Muita atenção com esse tópico, pois ele é decisivo para a saúde financeira do seu e-commerce

Quando o assunto é uso próprio x revenda, o maior cuidado que deve ser tomado é para que contas pessoais e profissionais não sejam misturadas, pois isso é capaz de gerar uma grande desorganização financeira.

Portanto, é crucial ter uma efetiva separação das contas, assim, o que for comprado para uso próprio deve ser registrado com uma conta pessoal, enquanto as compras para revenda no e-commerce serão contas do negócio. 

Criando e mantendo o hábito de separá-las, a sua gestão financeira torna-se muito mais efetiva e segura. 

Além disso, é importante registrar todas as compras para o e-commerce no fluxo de caixa do negócio, assim, é possível ter controle das movimentações financeiras que estão sendo realizadas.

Suporte contábil especializado

Com tudo que apresentamos até aqui, ficou claro como até mesmo aspectos simples, como a compra para uso próprio e revenda, demandam muito cuidado e atenção para que todos os detalhes do negócio funcionem de forma impecável. 

Dessa forma, é preciso ter tempo para focar nessas questões e garantir que cada mínimo detalhe esteja em dia. 

Entretanto, é essencial considerar que existem outras atividades que também precisam ser priorizadas como:

  • O pagamento adequado de impostos; 
  • Relatórios contábeis; 
  • Cumprimento de obrigações acessórias; 
  • Controle financeiro; 
  • Enquadramento tributário adequado; entre outros. 

Para todos esses pontos, o suporte contábil especializado para e-commerces é de extrema importância, visto que, além de garantir que cada um desses detalhes estejam em dia, auxilia, ainda, a otimizar o seu tempo, permitindo que você foque em outras questões como a aplicação do guia que apresentamos.

Os problemas causados ao negligenciar o cuidado contábil

A negligência em contar com um suporte contábil adequado, especializado e preparado para auxiliar sua empresa pode ser a causa de diversos problemas que impactam diretamente nos resultados do negócio.

Alguns dos principais problemas causados por essa negligência são:

  • Problemas com o Fisco; 
  • Irregularidade; 
  • Multas; 
  • Financeiro ineficiente; 
  • Problemas com impostos; 
  • Oneração de tempo; entre outros. 

Ou seja, ter uma contabilidade como sua aliada é indispensável para conseguir garantir o melhor desempenho do negócio, com máxima conformidade e bons resultados. 

Dessa forma, é preciso contar com quem é especialista em sua área de atuação para garantir que esses problemas não sejam uma realidade em seu e-commerce.

Conte com a Contábil Rio!

Quando se trata de uma contabilidade especializada em e-commerce, experiente e com as melhores soluções para extrair o máximo potencial do seu negócio, basta contar conosco, da Contábil Rio! 

Nossa equipe de contadores é especializada em sua área de atuação e está preparada para cuidar de cada detalhe do departamento contábil, fiscal e pessoal do seu empreendimento. 

Assim, você tem máxima tranquilidade para cuidar das demais questões em sua empresa com a garantia de que o que estiver sob nossa responsabilidade estará sendo cuidado de forma impecável. 

Para conhecer mais sobre as nossas soluções para o seu negócio basta entrar em contato agora mesmo pelo ícone do WhatsApp!

 

Quero Agendar Uma Reunião 1 - Contabilidade no Méier Rio de Janeiro - RJ | Contábil Rio
Garanta a plena regularidade do seu e-commerce sabendo as especificidades entre compra para uso próprio x revenda

Compartilhe nas redes!

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



CADASTRE-SE EM NOSSA

NEWSLETTER

Receba nossos Artigos no seu e-mail!

Basta preencher o formulário abaixo para ficar por dentro de tudo que preparamos para sua educação corporativa.

Recomendado só para você!
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (23) a Medida…