RADAR para importação: o que é e como emiti-lo?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O RADAR para importação e exportação é imprescindível e uma das principais questões para quem trabalha com comércio internacional.

Neste artigo, vamos conhecer mais sobre o RADAR para importação, seu conceito e como você pode conseguir sua emissão.

Vamos lá?

Confira Nossos ServiÇos Min 1 2 - Contabilidade no Méier Rio de Janeiro - RJ | Contábil Rio

O que é RADAR para importação?

O Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros (RADAR) consiste em um processo destinado a pessoas jurídicas e físicas. Ele permite que as pessoas trabalhem com comércio exterior, e se aplica tanto a exportações quanto a importações.

Esse é um procedimento da Receita Federal que autoriza, portanto, a importação e exportação. Caso o RADAR não seja registrado, a legislação não permite nenhuma operação de exportação ou importação, seja por empresa ou pessoa física. 

O Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros controla previamente os processos comerciais internacionais: evita que organizações fraudem o sistema fiscal através do comércio exterior, através da abertura e fechamento de empresas de exportação e importação a qualquer hora.

A validade do RADAR para importação e exportação é de 18 meses após a última operação. Se nenhuma operação for realizada nesse prazo, o RADAR obtido perde sua ativação. 

Documentos para a emissão do RADAR

Empresas ou pessoas físicas devem mostrar documentos comprobatórios de existência e capacidade financeira. Por exemplo, no caso de uma empresa, pode ser apresentado o histórico de coleta de impostos no mercado interno ou capital social.

Estas exigências são para todas as empresas, mesmo as mais novas. Porém, nesse último caso, pode não existir o histórico de coleta de impostos no mercado interno, sendo aconselhável possuir um ao solicitar o RADAR.

Durante o processo do pedido do Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, analisam-se dois aspectos fundamentais de uma empresa:

  1. capacidade financeira do empreendimento;
  2. estrutura física passível de realizar a operação.

Algumas questões pertinentes: a empresa possui pendências com o fisco? Se sim, seu RADAR não vai ser concedido. No entanto, se seus impostos estiverem refinanciados, ele poderá ser obtido.

A Receita Federal pode vir a solicitar outros dados, e o prazo para apresentar as informações é de até 10 dias. Nesses casos, recomenda-se um despachante aduaneiro ou um contador que tenha experiência com os processos de requerimento do RADAR.

Tipos de RADAR

Há 3 tipos básicos nos quais sua organização pode se inserir no RADAR e um tipo para pessoas físicas.

Para empresas:

  1. Expressa: limite para importar de USD 50 mil, a ser usado durante 6 meses. Mais rápido e prático de ser obtido que os outros tipos. Trata-se de uma possibilidade criada em 2015, tendo em vista o grande número de pequenas empresas que procuram iniciar processos de importação. Seu foco principal é adequar-se a organizações de pequeno porte;
  2. Limitada: operações para importar que não passem de USD 150 mil durante 6 meses. Indicada para empresas com volume médio de importações;
  3. Ilimitada: operações para importar que ultrapassam USD 150 mil. Essa modalidade é adequada para empresas com muitas importações, desde que comprovem sua capacidade financeira.

Para pessoas físicas:

  1. A pessoa deve estar habilitada, mesmo se classificada como artista, artesão ou semelhante, ou como produtora rural.

Por fim, é possível, sim, realizar o processo de petição do RADAR para importação e exportação por conta própria, mas incertezas e problemas podem ser dirimidos com a ajuda de um profissional capacitado a orientar você e tornar o processo mais ágil.

Dica 

Veja o site da Receita Federal para verificar a classificação da sua empresa e outras informações.

Esperamos que você tenha gostado do conteúdo. Se gostou, compartilhe! Deixe seu comentário ou sua dúvida e iremos respondê-lo assim que possível.

Visite nosso Departamento Fiscal para Importação e Exportação e veja como podemos auxiliar você nos processos relacionados a comércio exterior.

É sempre um prazer ajudar! 

Compartilhe nas redes!

Summary
 o que é e como emiti o RADAR para importação?
Article Name
o que é e como emiti o RADAR para importação?
Description
O RADAR para importação e exportação é imprescindível e uma das principais questões para quem trabalha com comércio internacional. Neste artigo, vamos conhecer mais sobre o RADAR para importação, seu conceito e como você pode conseguir sua emissão. Vamos lá?
Author
Publisher Name
Contábil Rio
Publisher Logo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CADASTRE-SE EM NOSSA

NEWSLETTER

Receba nossos Artigos no seu e-mail!

Basta preencher o formulário abaixo para ficar por dentro de tudo que preparamos para sua educação corporativa.

Recomendado!
O mercado de e-commerce no Brasil e no mundo tem…